Cena RTV

Em Cena – Erico Sinti

 O #EmCena dessa semana é com o Erico Sinti, diretor de criação na agência Artmaker, formado pela Escola Panamericana de Arte e Design e um apaixonado por triathlon. Quer conhecer mais sobre a história do Erico e conferir suas dicas? Então vamos lá: 

profissionais do ano

Conte um pouco sobre você, sobre sua formação e trajetória profissional. 

Onde tem desafios, pode ter certeza que eu estou. Sempre fui uma pessoa motivada a ir além do meu limite, todo mês tenho um objetivo, seja no lado profissional ou pessoal. E se não conseguir atingir, tento novamente. Além de trabalhar com o que eu amo, também me dedico ao triathlon (natação/bike/corrida), como hobby.
Sou formado em Design Gráfico pela Escola Panamericana de Arte e Design.
Em 2004, quando me mudei de Ribeirão Preto para Sorocaba, tive alguns problemas pessoais devido a mudança e decidi que precisava trabalhar. Comecei a procurar em lista telefônica, jornal e internet, alguma vaga de emprego relacionada a web. Depois de algumas semanas recebi uma ligação do André Chiquito, da Newww Communication, dizendo que havia uma vaga. Não pensei duas vezes, entrei. Foi um ano de muito aprendizado, principalmente na parte online.
Depois de um ano e meio, fui convidado pelo Edson Bolinha a trabalhar na No Limits Eventos, empresa que produz grandes festivais de música eletrônica no Brasil, como a XXXPerience. Depois de um tempo, fiquei responsável pelo departamento web da empresa. Fizemos muitos projetos para grandes eventos e também para djs nacionais e internacionais, como Eskimo e Skazi. Agradeço até hoje ao Bolinha por me ensinar várias coisas e, principalmente, a como me comportar dentro de uma empresa.

Em 2007, entrei como web-designer na Artmaker, na equipe de criação comandada pelo Thico Santoro. Nunca tinha trabalhado em um lugar e com pessoas tão criativas, uma equipe sensacional. Desde então muita coisa mudou e decidi que gostaria de trabalhar com o materiais off-line. Mergulhei com tudo para me tornar diretor de arte.
Entre 2008 e 2010, trabalhei em outras agências, como a NucleoTCM e TA Comunicação.
Em 2010 mesmo, acabei voltando para a Artmaker como Diretor de Arte, onde tive um grande crescimento profissional, graças ao grande amigo e diretor de criação Caio Augusto Ferreira.
Devido à saída do Caio, que foi realizar e seu sonho pessoal/profissional, dei continuidade no trabalho dele, cuidando da equipe de criação, incluindo também social media (criação), web e rtv.

ironman_703_foz_iguacu

Você possui alguma técnica ou hábito que influenciam no momento de criação? Quais são suas principais inspirações? 

Em um modo geral, o que mais me influência no momento de criação é o dia a dia. Sou bastante observador, onde quer que esteja, fico de olho no que está acontecendo em minha volta. Por exemplo: se preciso criar uma campanha do segmento de food, quando vou buscar referências para um insight, pode ter certeza que não é no segmento de comida que eu vou me inspirar no primeiro momento. isso pode ser na internet, tv, jornal, entre outros meios que temos. Muitas vezes o insight criativo pode surgir na pesquisa em outro segmento.

Recentemente você participou da criação da campanha do primeiro semestre de 2016 da Sodiê Doces. Por que vocês optaram por um endossante e como foi essa escolha? 

Desde que a Sodiê Doces entrou na Artmaker, o cliente tinha o sonho de fazer uma campanha com a Ana Maria Braga, até mesmo pela história que a Dona Cleusa tem com a Ana. No ano de 2015, depois de muitas pesquisas no mercado e com um planejamento bem concreto, conseguimos unir o sonho do cliente com um possível resultado positivo, criando uma campanha anual na mídia nacional. E o resultado foi muito bom. Um ano depois aumentaram o número de lojas passando de 180 para mais de 250 no Brasil.
É aquele velho ditado: “Em time que está ganhando, é melhor não mexer”. Então decidimos fazer por mais um ano a campanha nacional da Sodiê, com a Ana Maria Braga, mostrando que o #MomentoSodiê não precisa ser somente em festas, eventos ou aniversários, e sim no seu dia a dia, porque o #MomentoSodiê é você quem faz.

Ana01

Você tem trabalhado com contas de grande visualização como Idemitsu Brasil, Sodiê e Uniso. Como está sendo essa experiência pra você? Pois são três contas de segmento bem distinto.

Sempre um grande desafio criar campanhas para essas contas, pois são clientes cujo lado conceitual precisa andar junto com o comercial.
A Idemitsu foi algo muito legal que aconteceu. Fomos convidados a participar de uma concorrência para a conta nacional. No brainstorm tivemos uma ideia muito louca, algo próximo das campanhas Tigre e Posto Ipiranga. Acabamos chegando em uma conclusão que a ideia era boa e assumimos com todas as forças que iríamos pra essa linha totalmente “no sense”. Apresentamos, ganhamos a conta e estamos com a campanha no ar, e o melhor: não houve nenhuma alteração desde o dia da apresentação da concorrência. O cliente realmente abraçou a ideia. Mesmo que seja uma campanha que todo mundo ache louca (será que o cliente vai aprovar?), acredite, pois se tiver um argumento forte, ela vai ser aprovada.

Já há um bom tempo que trabalho com a Uniso. É uma grande felicidade criar campanhas para eles, sempre buscando a modernidade e alegria, pois o público é totalmente jovem. Da para mesclar as ideias com a produção, para chegar em um resultado sensacional. Em algumas campanhas, tive a oportunidade de trabalhar com grandes nomes, como Os Barbichas, Fabio Porchat, Bento Ribeiro, Di Ferrero, Abujamra, entre outros, valorizando ainda mais o trabalho. A Uniso já está na Artmaker há 9 anos, então cada campanha sempre é um grande desafio.

Sobre a Sodiê, posso dizer que primeira conta de franquia que você trabalha, nunca vai esquecer, e assim foi com a Sodiê. Quando entrou, me assustei, pois é um volume mensal muito alto de jobs. Mas quando se tem uma equipe dedicada e unida, não há como não dar certo. Também tive a oportunidade de trabalhar com a Ana Maria Braga. Até conheci o Loro José, hahaha!

central_outdoor

Na sua carreira teve um trabalho que mais te marcou? Por quê?

Sim, vários, como a campanha feita para a Uniso com Os Barbichas, que ganhou o Profissionais do Ano da Rede Globo. O prêmio da Central do Outdoor, que ganhei uma viagem para Nova Iorque, entre outros. Mas um em Dezembro do ano passado, foi o que mais marcou.

Fomos convidados a participar de uma concorrência para a conta nacional do famoso Restaurante L’Entrecôte de Paris. Nessa concorrência estavam participando grandes agências de São Paulo, Capital. Na maioria das vezes isso pode causar uma certa desmotivação, mas a forma que a equipe toda se envolveu foi sensacional. Uma campanha extremamente criativa, que na hora da apresentação dava para ver na fisionomia das pessoas que era exatamente aquilo que estavam esperando. Uma semana depois recebemos a resposta que não só a conta do Le Entrecôte de Paris era nossa, e sim todas as contas do grupo, no segmento food. Um momento especial pra mim e toda equipe.

Se você pudesse dar uma dica para quem está começando na área qual seria? 

A faculdade você não pode deixar de fazer, mas você só aprende a prática, vivendo o dia a dia dentro de uma agência, é muito importante. Só ali você realmente vai entender como funciona tudo e vai sentir a evolução. Se tiver a oportunidade de entrar em um estágio, entre. Ali você vai saber se é realmente isso que você quer, porque não é fácil, tem que se dedicar, ter vontade de querer o novo, o diferente. Sempre falo uma coisa pra minha equipe: se você quer crescer, trabalhar com contas grandes, se destacar, só vai depender de você, porque todos aqui tem as mesmas oportunidades.

Gosto dessa frase: “Sacrificar aquilo que você é, por aquilo que você vai se tornar.”

 

Entrevista realizada por: Karymy Gonçalves

Drop a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *